Somos assim: somos o que pensamos, o que sentimos...e somos acima de tudo, aquilo em que acreditamos!
Nossos ídolos são nossos espelhos...refletem nossa alma, e nos levam ao encontro de nossos desejos, nossos sonhos, nossas fantasias, nosso eu mais profundo...e nos tornam muitas vezes mais fortes, porque acreditamos neles!
Somos assim: sedentos por nos apaixonar, por acreditar, por nos sentir vivos...e é isso que nos torna seres tão incrivelmente sedutores e apaixonantes!

quinta-feira, 2 de agosto de 2007


Casa No Campo/Elis Regina

Eu quero uma casa no campo

Onde eu possa compor muitos rocks rurais

E tenha somente a certeza

Dos amigos do peito e nada mais

Eu quero uma casa no campo

Onde eu possa ficar no tamanho da paz

E tenha somente a certeza

Dos limites do corpo e nada mais

Eu quero carneiros e cabras pastando solenes

No meu jardim

Eu quero o silêncio das línguas cansadas

Eu quero a esperança de óculos

E um filho de cuca legal

Eu quero plantar e colher com a mão

A pimenta e o sal

Eu quero uma casa no campo

Do tamanho ideal, pau-a-pique e sapé

Onde eu possa plantar meus amigos

Meus discos e livros e nada mais


2 comentários:

BLOG DO ZÉ ROBERTO disse...

Toda vez que ouço essa canção, visualizo a letra passo a passo. É tudo o que eu queria pra mim, de verdade. Me emociono com a versão do Zé Rodrix e da Elis. Um clássico da MPB dos anos 70.

Rosangela disse...

Olá, Moniquinha!... Gostaria de transcrever em versos... O que senti ao ler esta canção, mas penso, que não será necessário, pois consegui senti daqui, que toda a doçura desta, está contida em seu coração! Beijo grande!