Somos assim: somos o que pensamos, o que sentimos...e somos acima de tudo, aquilo em que acreditamos!
Nossos ídolos são nossos espelhos...refletem nossa alma, e nos levam ao encontro de nossos desejos, nossos sonhos, nossas fantasias, nosso eu mais profundo...e nos tornam muitas vezes mais fortes, porque acreditamos neles!
Somos assim: sedentos por nos apaixonar, por acreditar, por nos sentir vivos...e é isso que nos torna seres tão incrivelmente sedutores e apaixonantes!

sábado, 10 de março de 2007


A dor da águia

Diz-se que a águia, é capaz de viver por até 70 anos, porém, em determinado momento, tem que fazer uma dura opção: ou morrer, ou passar por momentos dolorosos, para que se complete sua jornada!
Em busca de um recomeço, de uma renovação, ela sacrifica o próprio corpo, e sofre calada e solitária, para enfim, alçar vôo, renovada e pronta para travar novas batalhas!
Somos assim, eu, você, enfim...somos águias, sedentas de vida, de liberdade, capazes de qualquer sacrifício para alcançar o tão sonhado infinito, a tão esperada imensidão azul da nossa parca existência!
Se nossas garras já não nos mantém firmes em nossos propósitos, arrancamo-lhas, tal qual a águia...e esperamos, que as novas garras, venham nascer no seu tempo, mais fortes e mais afiadas ainda, e prontas a arrancar os olhos de qualquer predador que por ventura venha nos impedir de fixar nossa presa!
Se nossas penas, coberta que nos dá calor, que nos mantém a temperatura certa para que possamos transpirar nossos desejos e nossas ambições, já não nos cobrem mais, estão raras e enfraquecidas, arrancamos uma a uma, mergulhados em nosso silêncio mais profundo, e aguardamos pacientemente...até que nasçam outras, mais espessas, mais belas, mais fortes, capazes de nos levar ao vôo do nosso destino!
Porém, a vida não é linear, não segue um rumo constante, e, assim como Ícaro, em seu vôo de liberdade, foi pelo Sol traído,e, derretidas suas asas, o sonho, dele foi tirado, também a pobre águia , em determinado momento, pode de seu destino ser arrancada, e ter em sua jornada, um triste fim com o qual não poderia contar!
E assim seguimos a vida, ou a vida segue, emfim...não importa!
Importa é compreender, ou pelo menos buscar crer, que, independente do fim dessa jornada, vale à pena sonhar, lutar, e sempre, sempre: VIVER!

3 comentários:

camila disse...

"O Bom, desse poema é que ele mostra que nós somos ou que existe uma águia dentro de nós, o que falta é acorda-la.E vc ajudou a minha águia que estava adormecida a cordar sou grata por isso obrigada.
beijoooooooss

Anônimo disse...

Meu anjo, renovar e a essência de uma vida espiritual. Todos nós devemos nos renovar espiritualmente, trocar nossa vestimenta interna e externa, colocar pra fora o que não serve mais, respirar ar puro, por pra dentro do peito um ar renovado, puro e que venha a oxigenar as nossas células materiais e espirituais. Deus nos concede essa benção, então temos que agarrar essa bendita e preciosa oportunidade de renascer a cada nascimento do sol, a cada dia que surge. Como diz meu poeta Zé Geraldo: "O recomeço é como o dia, que a noite faz morrer e renasce em cada amanhecer..." Beijos linda e que a renovação se faça em seu coração, trazendo ainda mais amor e paz pra teu lindo ser.
Zé Roberto

Gairova disse...

É uma bela leitura de um belo exemplo de vida dado pela natureza.
Amei o texto, o blog, tudo.
Parabéns!
bjins da tata, ta?!